• podcasts •

escuta ativa

Neste podcast, Oscar Motomura fala sobre a importância de se ter uma escuta ativa para ajudar os outros e a si mesmo.

Ultimamente, tenho conversado muito sobre essa ideia de ter relações mais profundas. Quando você está conversando com alguém, não pode ser um mero passatempo, você está conversando e você está observando algumas coisas. Recentemente eu estava conversando com alguém e a pessoa começou a colocar limitações sobre si, e você saca isso. Aí, naturalmente, você entra no diálogo e começa a mostrar que essas limitações podem ser travas, mas isso de uma forma respeitosa, suave, sem ser top-down, professoral, mas trazendo os temas de um jeito delicado à mesa, para não dar a impressão de que você tem a verdade e quer passar para a pessoa, não esse negócio de ser o dono da verdade e querer mostrar. É interessante essa ideia da relação não diretiva, em que você simplesmente troca ideias, às vezes contando uma história sobre si que faz a pessoa ter insights sobre a limitação que está, digamos, fazendo com que ela não evolua na direção certa, ou seja, as travas. Uma coisa muito interessante que pode acontecer com nossos filhos, pode acontecer com os nossos amigos, as pessoas ao nosso redor, pessoas da nossa equipe. Você tenta, de forma não diretiva, fazer a pessoa pensar naquilo que está dizendo e em como, às vezes, isso pode estar limitando a própria evolução. Então, relações em que estamos absolutamente presentes e têm dentro de si aquela coisa da intenção de estar ajudando, sem ser paternalista e sem ser o dono da verdade. É um tom muito suave, que é difícil de a gente se posicionar, mas que é algo que vai fazer com que consigamos ajudar mais as pessoas se tivermos essa postura.

Muitas dessas nossas ajudas são aquele mínimo, mínimo, mínimo que a pessoa precisa, um empurrãozinho ou até um elemento catalisador, uma historinha que é como se fosse uma catálise que faz a coisa andar e ter ela mesma insights sobre aquilo que eventualmente pode estar limitando. Então, há essa postura de ajudar as pessoas de forma não diretiva, respeitando esse ser magnífico que cada um é e fazendo com que esse ser floresça e evolua de forma absolutamente natural por si. Esse mínimo que é aquilo que talvez possa ajudar a pessoa, preservando a sua dignidade.

outras publicações Amana-key

podcasts

O Valor de
Nossa Essência

Ouvir >

(ver a lista completa)

vídeos

Oscar Motomura
na TV Senado

Assistir >

(ver a lista completa)

artigos

Líderes Certos
nos Lugares certos

Ler >

(ver a lista completa)

conheça os nossos programas

Siga a amana-key

© todos os direitos reservados | grupo amana-key

Política de Privacidade