• podcasts •

Fazer Acontecer (Parte 1)

Energia, meios e modos. Este podcast é o primeiro de uma séria na qual Oscar Motomura comenta aspectos essenciais para o fazer acontecer.

Este podcast é a primeira parte da série “Fazer acontecer”, com Oscar Motomura.

Eu queria falar um pouco sobre essa ideia da energia, do fazer acontecer. Sem energia não conseguimos fazer nada, é só pensar em combustível: o carro fica paradinho, o potencial está lá, mas sem o combustível a coisa não vai. O combustível do fazer acontecer é a vontade, vontade de fazer. Vontade é energia, é poder, o verdadeiro poder do fazer acontecer está na vontade.

Agora, vocês viram que estão associados a vontade e o poder que a vontade nos dá. É como se, quando temos vontade e ela está muito forte, é como se ninguém nos segurasse. Por outro lado, se não tiver vontade, estamos absolutamente apáticos. Não dá para associar o fazer acontecer à apatia. O primeiro ponto é você decidir fazer, aí a vontade começa a aparecer e é nesse momento que a energia começa a ir para frente. Enquanto estamos falando mal dos outros, fazendo diagnósticos, tendo ideias, trocando ideias para lá e para cá, nós não estamos ainda na energia do fazer.

O segundo passo do fazer acontecer é o domínio de meios e modos. Aqui talvez o melhor exemplo seja que tem gente que quer fazer, tem vontade de fazer e não consegue porque não domina os meios e modos do fazer acontecer. Isso fica claro na cozinha, por exemplo, eu tenho vontade de fazer um prato legal. Eu quero fazer, mas não sei cozinhar. Essa mesma analogia se aplica nas organizações: tem gente que pode até ter boa vontade, querer fazer, mas não sabe pegar aquele projeto e não sabe o passo a passo do que vai fazer aquele projeto acontecer. É como se tivéssemos que pesquisar. Se eu não tenho os meios e modos, vou ter que pesquisar, vou ter que ir atrás, vou ter que buscar as receitas na internet, vou ter que conversar com cozinheiros, vou ter que observar os cozinheiros em ação para aprender o tácito, e é aí que a gente pode, enfim, ter o domínio do como fazer acontecer aquele tipo de projeto. Dá pra imaginar que um projeto de tecnologia é muito diferente de um projeto de desenvolvimento de pessoas, então, se eu não entender de tecnologia, não vou conseguir fazer, os meios e modos não estão lá. A mesma coisa em relação a um programa de desenvolvimento de pessoal. Se eu não entender de educação, de didática e de gente, não vou conseguir fazer. Tenho que dominar os meios e os modos daquele projeto especificamente, tenho que ir atrás. Nesse sentido, mais uma vez, se somos preguiçosos e não estamos a fim de ir atrás, pesquisar, buscar, saber os meios e modos, não conseguimos fazer acontecer. Esse é o segundo ponto extremamente importante.

Quando eu falo do passo a passo, é como a química: os meios e modos envolvem elementos – então vai ter que ter o programa, vai ter que ter o software, vai ter que ter isso e aquilo, mas eu preciso pensar na ordem de como as coisas acontecem. Por exemplo, na cozinha: o cozinheiro pode olhar e falar “esses são os ingredientes, agora vamos cozinhar!”. Se ele botar tudo na panela, será um desastre. Tem uma sequência – não sei se vocês cozinham, mas tem que esquentar o óleo primeiro, essas coisas todas, e depois ir colocando as coisas, por exemplo, o cheiro-verde é a última coisa que você põe, com o fogo apagado – e se você não tem esse know-how, o que você vai produzir é ruim. Então, os meios e modos nos ajudam bastante e é isso que, por analogia, precisamos trazer para cada projeto em que nós nos envolvemos. Se quiserem fazer acontecer, dominem os meios e modos.

outras publicações Amana-key

podcasts

O Valor de
Nossa Essência

Ouvir >

(ver a lista completa)

vídeos

Oscar Motomura
na TV Senado

Assistir >

(ver a lista completa)

artigos

Líderes Certos
nos Lugares certos

Ler >

(ver a lista completa)

conheça os nossos programas

Siga a amana-key

© todos os direitos reservados | grupo amana-key

Política de Privacidade