• podcasts •

Medos

Como lidar com nossos medos? Neste podcast Oscar Motomura comenta como devemos lidar com esta barreira para garantir o efetivo fazer acontecer.

É interessante que, muitas vezes, uma das coisas que mais segura o processo de fazer acontecer são os medos. E muitos desses medos, se vamos fundo e encaramos esses medos, descobrimos que são ilusões, são coisas artificiais, são coisas que imaginamos em nossas cabeças e que não fazem parte da realidade objetiva. Então, muitas vezes, ao encarar o medo – o que é que o chefe pode pensar? vai lá perguntar para o chefe –, de repente o medo some ou então acontece uma coisa que você estava esperando... Estou brincando um pouco, mas a ideia é que, a não ser que a gente encare os medos, eles tendem a crescer e se tornam uma imensa barreira.

O medo muitas vezes é a fé no negativo. É claro que, se nós mesmos não acreditamos que vai acontecer, é possível acontecer, que haverá um monte de barreiras, é claro que isso vai acabar acontecendo. Então, é como se tivéssemos que fazer uma reversão completa e conseguíssemos focar a energia, acreditando que vai dar para fazer perfeitamente o que nós estamos buscando. É a reversão da fé no negativo para a fé no positivo. Isso tem um valor enorme para mim porque o fazer acontecer começa por aí. É a nossa energia do pensamento que aposta que dá e é quase uma coisa mágica que acontece nesse sentido porque é como se todas as energias começassem a fluir na direção dos resultados que nós estamos buscando.

Eu queria fazer uma contraposição entre medo e coragem, embora ambas não sejam uma o contrário da outra – depois eu posso falar um pouco mais sobre isso –, mas é pensando sobre essa ideia que talvez haja uma forma de desamarrar o processo de medos como barreiras ao fazer acontecer. A coragem é alguma coisa que não é racional. A coragem, como diz a própria etimologia da palavra, está ligada a “coração” e a palavra “coragem”, especificamente, se refere à intenção nobre do coração. Então, por exemplo, no momento em que uma mãe entra em um prédio em chamas para salvar o filho, o que move essa mãe é uma intenção nobre do coração, uma coisa muito mais das emoções e dos sentimentos do que uma coisa cerebral. Se fosse uma cerebral, ela não entraria, calcularia a probabilidade de sucesso disso e ficaria esperando, não entraria. O impulso de entrar é um impulso do coração.

Eu queria associar essa ideia da superação do medo pela nobreza da ação. Quando tenho uma situação em que se demanda uma ação corajosa, uma ação de risco, tem que valer a pena. Valer a pena em que sentido? Se for uma coisa só de ganho pessoal é uma coisa; se é algo mais nobre, se é algo que vai ter significância, é provável que essa intenção nobre do coração faça superar todos os medos que eventualmente possam aparecer. Nesse sentido, muitas vezes, quando os medos se interpõem ao fazer acontecer, talvez o que falte seja uma consciência de como eu posso contribuir a partir dessa ação, ou pensar nos benefícios que a minha ação corajosa vai gerar para muitas pessoas, o que trará significância à ação que eu vou assumir.

Muitas vezes, quando o medo está presente, associamos medo à violência. Isso às vezes pode ser interessante porque quando nós estamos com medo de assumir os riscos, podemos assumir uma posição muito defensiva. Mas se invertemos essa situação, muitas vezes sentimos medo até em relação a uma reação violenta do outro, mas nós temos também que imaginar que atrás dessa violência, que pode ser a premissa que se transforma em barreira, pode estar escondendo o medo – então, será que o chefe que pode até reagir violentamente também pode estar armadilhado em algum tipo de medo?

Na medida em que pensamos nesse outro lado, dessa forma, é que às vezes os medos se evaporam muito rapidamente.

outras publicações Amana-key

podcasts

Como posso usar
meus talentos?

Ouvir >

(ver a lista completa)

vídeos

Oscar Motomura
na TV Senado

Assistir >

(ver a lista completa)

artigos

Líderes Certos
nos Lugares certos

Ler >

(ver a lista completa)

conheça os nossos programas

Siga a amana-key

© todos os direitos reservados | grupo amana-key

Política de Privacidade