Consciência do todo maior
Como podemos ampliar nosso campo de conexão com o mundo para que nossa consciência se expanda?

As pessoas que estão informadas sobre o que está acontecendo no mundo e no país automaticamente também estão naturalmente engajadas na vida, na evolução da vida, nas mudanças todas que estão acontecendo, nas tendências que vem por aí. Se você está mais presente, acompanhando tudo que está acontecendo no país e também fora, é impressionante também como essa visão maior de mundo naturalmente está gerando vários tipos de motivações diferentes e que fazem você naturalmente buscar coisas pra melhorar. E isso é autodesenvolvimento porque você está vendo o que está acontecendo ao seu redor. O que está acontecendo na sua comunidade? O que está acontecendo na sua cidade? O que está acontecendo no seu país? O que está acontecendo no mundo? Essa consciência do estado do mundo faz algo acontecer dentro de você e que o impulsiona numa certa direção. Para mim isso é fascinante. Eu tenho visto isso acontecer e principalmente quando as pessoas começam a tomar pé da situação maior – por isso a gente fala tanto de consciência: “Estou consciente desse mundo em que eu vivo e das conexões que existem ou das interconexões que existem onde tudo está ligado de um certo jeito.” E na medida que eu tomamos consciência desse quadro maior, algo acontece com a gente. É como se estivéssemos mexendo no nosso software porque há mais conexões que estão provocando esse refinamento das minhas sinapses, no meu jeito de refletir e na minha evolução. Por outro lado a consciência do que está acontecendo me impulsiona para entender melhor a vida e de repente isso também está me fazendo evoluir em um sentido não tradicional. Por exemplo, evolução é ter mais conhecimento sobre esse assunto ou outro. Eu acho fascinante também essa ideia fascinante de nós passarmos a ter uma consciência mais refinada da realidade onde a gente vive e da própria vida e que naturalmente mexe com o nosso senso de julgamento e nossa sabedoria ao tomar decisões sobre qualquer coisa dentro do mundo profissional. Mas isso seria evolução?  É algo que talvez aconteça de uma forma que você nem sabe e por outro lado se eu tomo consciência da importância disso eu posso começar a direcionar os meus interesses para essa visão mais refinada do mundo e da vida porque eu sei que isso vai mexer com a forma como eu vou encarar cada detalhe do meu dia-a-dia profissional ou na minha vida pessoal. E aí que entra essa questão da curiosidade que eu sempre também coloco na mesa porque é algo que a gente não pode perder. Como crianças nós somos extremamente curiosos e parece que depois vamos perdendo essa curiosidade. Mas, na medida em que nós mantivermos isso, nós somos uma antena. O tempo todo estamos observando no trânsito, no dia a dia, conversando com pessoas, vendo as características das pessoas.  Por isso que eu também falo da presença. Nós temos que estar vivendo a vida de uma forma intensa não distraída e, de repente, só de fazer isso eu já estou evoluindo até de uma forma não consciente. Isso parece que também é algo que devemos embutir dentro dos processos se nós somos líderes e queremos fazer com que as nossas equipes estejam se desenvolvendo naturalmente, estejam buscando evoluir, a criação do contexto significa também assegurar que as pessoas estejam mais presentes na vida.

Related Posts